Fabricio Werdum sofre, mas vence Marcin Tybura por unanimidade no UFC Sydney

Foi mais difícil do que se esperava, mas Fabricio Werdum passou por mais uma dura prova no UFC. Com uma atuação inconstante, o brasileiro derrotou o polonês Marcin Tybura por decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45 e 49-46), dando mais um passo rumo à disputa do cinturão dos pesos-pesados da organização. Esta foi a 23ª vitória de Fabricio Werdum em 31 lutas na carreira - a segunda seguida no UFC. Já Tybura sofreu a terceira derota em 19 duelos como profissional.


- Esse país é incrível. Vou trazer a minha família para cá com certeza. Parabéns a Tybura, que é muito duro, mas eu sou mais velho, tenho três anos a mais (risos). No UFC toda luta é muito difícil, mas meu . Galera brasileira, muito obrigado. A comunidade aqui é muito grande. "Uh! Vai morrer!" - brincou Fabricio Werdum após a luta.

A luta começou com Werdum ameaçando dar uma "voadora" em Tybura logo no início, mas parou no meio do caminho. Tybura dava pisões no joelho de Werdum, que contra-atacava com chutes altos. O brasileiro encurtava a distância para preparar os clinches do muay thai e encaixar joelhadas. Após fintar o polonês com um single leg, Werdum tentou dominar as costas de Tybura, mas o polonês escapou e inverteu a posição, dominando as suas costas, mas já sem tempo de atacar.

No segundo round, após receber um direto de esquerda de Werdum no rosto, Tybura tentou um chute alto, desviado pelo brasileiro. Werdum tentou em seguida uma joelhada voadora, mas o polonês defendeu e contra-atacou, quase desequilibrando o brasileiro. O polonês acertou um chute de esquerda na cabeça de Werdum, que absorveu o golpe. O polonês repetiu o golpe, aproveitando a guarda baixo do brasileiro, acertando novamente. Werdum conseguiu conectar um upper de direita fintando o golpe. Os dois lutadores mostravam um bom repertório de golpes, e Tybura já mostrava cansaço.

Na volta para o terceiro round, enquanto Tybura aplicava pisões nos joelhos de Werdum, o brasileiro buscava os chutes na linha de cintura e o clinche para preparar as joelhadas, que não saiam como poderiam. Werdum dominava as ações, mas o polonês mostrava muito poder de absorção, não se abalando com os golpes recebidos.

No quarto round, após os dois lutadores trocarem golpes nas pernas, Werdum encurtou a distância e levou a luta para a grade, após tentar derrubar Tybura com um single leg. O polonês mantinha a estratégia dos pisões nos joelhos, enquanto o brasileiro variava mais os golpes. Na metade do round, o brasileiro enfim conseguiu derrubar, ficando por cima no chão. Após tentar a montada, o brasileiro não conseguiu segurar o polonês no chão, e a luta voltou a ser disputada em pé. Nos últimos segundos, Tybura tentou a derrubada, e Werdum se deixou derrubar, encaixando a guilhotina, mas já sem tempo de finalizar a luta.

No quinto e último round, já muito cansados, os dois lutadores se movimentavam mais lentamente, mas um chute alto de Tybura acertou a cabeça do brasileiro, que sentiu, mas se manteve de pé. O polonês se mostrava melhor na luta, e um novo chute novamente atingiu a cabeça de Werdum. O cansaço atrapalhava o brasileiro, que não se defendia como deveria. Na segunda metade do round a luta ficou mais equilibrada, com Tybura também mostrando cansaço e diminuindo o ritmo. O brasileiro aproveitou para desferir mais golpes, que acertaram o polonês. Nos últimos segundos da luta os dois lutadores trocaram golpes no centro do octógono, mas já sem potência para nocautear um ao outro.

Categoria:ESPORTES

Deixe seu Comentário